sábado, 13 de outubro de 2012

Desapego

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Foges de mim ao primeiro apego,
Ao primeiro encanto, desencanto meu.  
Sinto falta da tua pele, do teu cheiro.
Teu jeito fugaz me fascina,
Eu não tenho jeito, não aprendo.
Sou parte dessa história mal escrita...
Eu não te pedi nada, tu sabes.
Eu não quis nada que não fosse
Um pouquinho de ti. Encanto.
Eu não quero nada a não ser
Te olhar, me encantar e sorrir.
Foges de mim.




Nenhum comentário:

Palavras da autora

Olívia de Cássia Cerqueira Dizem que a poesia é uma arte literária e, como arte, recria a realidade. O poeta Ferreira Gullar diz, em um d...