terça-feira, 27 de março de 2012

Temóteo Correia afirma que vai fazer discurso amanhã respondendo a imprensa

Foto de Olívia de Cássia - 27-3-2012
Um dia após exibição de programa CQC, sessão na ALE foi movimentada

Olívia de Cássia – Repórter

O deputado Temóteo Correia (DEM) não usou a tribuna da Casa de Tavares Bastos na tarde desta terça-feira, 27, como era esperado, mas concedeu entrevista aos jornalistas que estavam na Assembleia Legislativa, um dia após a exibição do programa Custe o Que Custar, mais conhecido como CQC, exibido pela Rede Bandeirantes.

Na hora da suspensão da sessão para entendimento de lideranças na Casa, Correia disse que foi mal interpretado pelo pessoal do programa (jornalista Ronald Rios) e disse que na sessão desta quarta-feira, 28, vai fazer um pronunciamento, desmentindo o que foi exibido no programa. Ele também disse aos jornalistas que ficou magoado com a imprensa alagoana, principalmente, porque, segundo ele, interpretou de maneira errada o que disse.

“Queria observar que o que foi colocado na imprensa não condiz com a verdade, são fatos estranhos. Me vejo na obrigação de esclarecer. Gostaria que me inscrevesse amanhã como o primeiro a falar nas explicações pessoais para fazer um arrazoado, dentro da lógica e da coerência”, disse ele.

Temóteo foi entrevistado na quarta-feira da semana passada pelo CQC juntamente com os deputados João Henrique Caldas (JHC), Joãozinho Pereira (PSDB), Marquinhos Madeira (PT), Marcelo Vitor (PTB) e Olavo Calheiros (PMDB), que tentou agredir Rios. O programa teve grande audiência na noite de ontem, em Alagoas e é um dos vídeos mais acessados desde ontem na internet.

Correia, pressionado pelo repórter, disse que comprou voto e que no Nordeste se compra votos, depois tentou emendar o que disse, mas a emenda foi pior que o soneto. Diante das declarações do deputado, o Ministério Público afirmou que vai convocá-lo para esclarecer o que disse. O parlamentar ganhou o troféu de “deputado do ano”, no programa humorístico.

Nenhum comentário:

Canto escuro

Por Olívia de Cássia Cerqueira Mais uma vez, o autor Daniel Barros leva o leitor/leitora até a última página, sem nem sequer pensarmos em ...