sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Vereadores de União denunciam trama política para prejudicar o prefeito Beto Baía

Foto: Tribuna União
Sessão da Câmara de Vereadores de União
Com informação do site Tribuna União

Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de União dos Palmares, da ultima segunda-feira, 23, o vereador Fabian Holanda (PTB) denunciou que existe um complô político para desestabilizar o prefeito Beto Baia (PSD), que está às voltas com um processo no Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE/AL), que julgará dois recursos da coligação do ex-governador Manoel Gomes de Barros, nesta segunda-feira, 30.

Segundo o site Tribuna União,  Fabian Holanda disse no plenário da Casa de Hermano Plech, que uma figura política importante e contrária a atual administração municipal está obstruindo junto ao governo estadual a liberação de recursos que seriam destinados a União dos Palmares  fato que, segundo ele avalia, “causa prejuízo unicamente à população que recolhe seus impostos na esperança de ver os tributos serem aplicados em benfeitorias como saúde, educação e segurança”, observou.

A denúncia aconteceu, segundo o jornalista Antônio Aragão, depois de uma informação, também em plenário, do vereador Alan Elves (PV). Segundo a notícia, o Estado já disponibilizou, por meio de licitação, mais de cinco milhões de reais para o recapeamento de dez quilômetros na parte urbana da cidade, mas que estaria faltando a assinatura do governador Teotonio Vilela (PSDB) para o início da obra.

Já o vereador Paulo Roberto Alves Cavalcante (PSB), segundo o site Tribuna União, disse que sabe “o nome do obstrutor da liberação de recursos”. E foi mais longe o vereador: disse que a pessoa que está obstruindo os benefícios para  União dos Palmares é “o  inimigo público número um do município”.
Segundo Aragão, o recapeamento desse perímetro urbano de União dos Palmares  foi interrompido “ por determinação de um político local, às vésperas da eleição estadual anterior”. 


Pelo visto, a eleição em União dos Palmares ainda não acabou e vai emendar com 2014 quando teremos eleições gerais para a Presidência da República, Governo do Estado, Câmara Federal, Senado e Assembleia Legislativa. E nessa picuinha toda, ‘no frigir dos ovos’, quem perde é a população que vê seus direitos de qualidade de vida sendo tolhidos por conta de encrencas e brigas de terceiros, que só querem chegar ao poder. Esperamos que tudo fique na paz.

Nenhum comentário:

Gaspari diz que agressão de Bolsonaro aos argentinos foi assombrosa

247 – O jornalista Elio Gaspari ficou indignado com a agressão de Jair Bolsonaro ao povo argentino, dois dias atrás. "A declaração de J...