terça-feira, 12 de agosto de 2014

Novo aplicativo na internet causa polêmica entre usuários

Alagoanos dizem que ferramenta está servindo para espalhar fofocas

Olívia de Cássia – Repórter

 Em tempos de novas tecnologias em que a internet é usada para facilitar a vida de profissionais, de quem quer trocar informações e fazer amizades no mundo virtual, um novo aplicativo está causando polêmicas entre usuários de internet no Brasil e gerando ação na Justiça por conta do mau uso. Trata-se do Secrett, que permite comentários anônimos de quem o está utilizando.

Segundo informações de internautas consultados pela reportagem da Tribuna Independente, o Secrett é um app que permite compartilhar segredos de forma anônima com todos os seus amigos do Facebook. 

“Ele não é exatamente um lançamento, já que está disponível desde maio deste ano. Porém, tem ganhado popularidade por causa de uma série de acontecimentos recentes”, observa Mário Eduardo dos Santos, estudante universitário e usuário do aplicativo.

Mário Eduardo destaca que o aplicativo não é complicado para quem já usa alguns serviços na net. “É uma plataforma para compartilhar informações anonimamente com as outras pessoas”, destaca o internauta.
Ele explica que ao instalar o Secret é necessário se cadastrar para começar a fazer uso de seus serviços. 

“Há a opção de criar um registro, mas também é possível conectar a conta do Facebook diretamente no app”, observa. Depois disso, o aplicativo abre na aba “Explorar”, opção que mostra os segredos compartilhados em sua rede de amigos (de forma anônima).

Internauta diz que o Secret tem coisas chatas como difamar pessoas

Maria Cecília Pontes, moradora do bairro da Jatiúca, em Maceió, disse que usava o aplicativo, mas não usa mais porque ele está sendo usado para difamar as pessoas. “Ele tem uma coisa muito chata, as pessoas estão usando para difamar as outras e eu não concordo com isso; conheço outras pessoas que também estão deixando de usar”, pontua.

A publicitária Gabriela Azevedo ressalta que usa o aplicativo mas que não concorda com o a forma como está sendo utilizada no Brasil. “O Secret em outros países serve como apoio, uma ferramenta a mais para trocar informações com amigos; no Brasil está sendo usado para espalhar fofocas e eu não concordo”, argumentou.

O consultor de Marketing  Otacílio José Macário disse que teve um amigo com a privacidade exposta por meio de imagens suas acompanhadas de comentários inoportunos e por isso já aconselhou o amigo a procurar a Justiça e mover uma ação contra a empresa.

Segundo a revista Exame, pelas regras da legislação brasileira, esse serviço não poderia ser oferecido no País pois os termos de uso e a política de privacidade do aplicativo Secret estão disponíveis para os usuários apenas em inglês. “Isso violaria o artigo 10º do Marco Civil da Internet, que determina  que informações desse tipo devem ser fornecidas aos usuários ‘de forma clara”, diz as revista.

MARCO CIVIL

O Marco Civil da Internet (oficialmente chamado de Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014) é a lei que regula o uso da Internet no Brasil, por meio da previsão de princípios, garantias, direitos e deveres para quem usa a rede, bem como da determinação de diretrizes para a atuação do Estado e trata de temas como neutralidade da rede, privacidade, retenção de dados.

 “A função social que a rede precisará cumprir especialmente garantir a liberdade de expressão e a transmissão de conhecimento, além de impor obrigações de responsabilidade civil aos usuários e provedores”, diz o texto da lei.
Postar um comentário

Alguns instantes. Vivendo por aí...