sábado, 30 de maio de 2015

A virgem do alto dos bodes, romance regionalista, será lançado próximo dia 3

Autor Jorge Tenório já pode ser considerado um dos grandes romancistas de Alagoas


Olívia de Cássia - Repórter
O escritor Jorge Tenório, alagoano de Palmeira dos Índios e membro da Academia Palmeirense de Letras, está lançando seu novo livro, ‘A virgem do alto dos bodes, um romance urbano e regionalista, ambientado em sua cidade natal, nas décadas de 60 e 70.
Com a atual obra A virgem do alto dos bodes, o escritor se consolida como romancista regionalista e já pode ser considerado um dos mais importantes do Estado, segundo Carlito Lima, secretário de Cultura do município de Marechal Deodoro - Foto: Carla Regina
Este é o sexto romance do autor, que já ganhou quatro prêmios da Academia Alagoana de Letras (AAL); três de romance e um de contos, com as seguintes obras:  O Sacripanta, São José e Guerra de Tolos, que contemplaram Jorge Tenório com o Prêmio Graciliano Ramos de Letras.  
Com a atual obra A virgem do alto dos bodes, o escritor se consolida como romancista regionalista e já pode ser considerado um dos mais importantes do Estado, segundo Carlito Lima, secretário de Cultura do município de Marechal Deodoro e também autor de vários livros, que fez a apresentação do livro.
Ao comentar a respeito de seu novo livro, Jorge Tenório observa que fez um romance pitoresco, com muito humor, como são as suas obras anteriores, para quem já conhece o estilo de leitura leve e texto bem construído.  

Ao comentar a respeito de seu novo livro, Jorge Tenório observa que fez um romance pitoresco, com muito humor
No texto do prefácio, Carlito Lima destaca que a obra de Jorge Tenório tem uma enorme densidade humana e os personagens, de tão reais, ‘vão ficar para a eternidade’. Melinda; o malandro Bartô, a vingativa Beré; o falso médium Lourenço ; a viúva Edite; o carroceiro João do Ó, e o vereador Izidro Tenório, entre outros personagens da obra, que buscam a sobrevivência; a riqueza, prazer e a felicidade.
A virgem do alto dos bodes aborda várias  histórias, além da de Melinda, uma moça pobre do interior, que busca um marido rico e a riqueza para se dar bem na vida, sem muito esforço. “Antigamente a virgindade era mais valorizada do que hoje e o livro trata da virgem Melinda e sua ambição para conseguir um marido rico e casar, para sair da miséria, sem trabalho”, diz o autor.
Como disse Carlito Lima, Jorge Tenório nos oferece uma oportunidade feliz para que possamos mergulhar nas emoções da envolvente história e seus personagens engraçados.  O autor “escreve cenas dramáticas, eróticas, hilárias, com linguagem simples,acessível, sem rebuscamentos”.
Em A virgem do alto dos bodes, o autor, que  já foi premiado com outras obras como O Sacripanta, São José, Guerra de Tolos, que lhe renderam o Prêmio Graciliano Ramos de Letras, “entrou no rol dos grandes escritores de Alagoas”, como bem disse Carlito.
O Alto dos bodes é um povoado conhecido em Palmeira dos Índios; atualmente Alto do Cruzeiro, onde foi ambientada a história dos personagens. O livro será lançado no próximo dia 3, quarta-feira, às 19h, no CNA da Ponta Verde, à rua José Freire Moura, número 244, na Ponta Verde, em Maceió.

SERVIÇO:

O QUÊ: Lançamento do livro A virgem do alto dos bodes
AUTOR: Jorge Tenório
QUANDO: 3 de junho de 2015.
Onde: CNA Ponta Verde
ENDEREÇO: Rua José Freire Moura, 244
PONTO DE REFERÊNCIA: Igreja São Pedro
Postar um comentário