quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

De Volta à Angola Janga lembra os 320 anos da destruição do Quilombo dos Palmares

Foto: arquivo 
Por João Paulo Farias 

Com o tema: 320 anos da Derrubada do Quilombo dos Palmares, 320 anos de Resistência, a secretaria de Cultura de União dos Palmares em parceria com a Fundação Cultural Palmares e Grupos Culturais do município realizarão nos dias 5 e 6 de fevereiro a terceira edição do projeto, que tem como o objetivo homenagear todos os quilombolas, que lutaram e fizeram o Quilombo dos Palmares.

A secretária de Cultura, Genisete Sarmento, que é a idealizadora do projeto, nascido quando ela era representante da Fundação Palmares no Estado, lembra que o dia 06 de fevereiro de 1694 foi o dia da última batalha do Quilombo, onde Palmares foi extinto.

Esse ano as homenagens terão a participação dos grupos culturais do município, que irão se apresentar a partir das 18h do dia 5, no pátio da estação ferroviária. A abertura oficial do evento será as 22h e logo após os participantes irão seguir de veículos até o sítio recanto, na Serra da Barriga, onde haverá uma cerimônia ecumênica. Ao término do ato religioso, seguem de carro até o primeiro estacionamento da Chesf, desse ponto até o Parque Memorial, o percurso será feito a pé, com diversas paradas para reflexão.

“É bom que se frise, que esse não é um momento de festa, e sim de reflexão; é um momento que a gente quer trazer os remanescentes quilombolas que existem em Alagoas, porque são descendentes dos que sobreviveram a aquela chacina, por isso o nome De Volta à Angola Janga, De Volta ao Quilombo dos Palmares, para se energizar e carregar as turbinas e continuar a luta. A população afrodescendente do Brasil ainda sofre com os efeitos da longa escravidão”, destacou a secretária.

Ela lembra que o dia 6 de fevereiro é uma data muito importante, “Pra mim é quando se começa oficialmente as celebrações do mês da Consciência Negra, que terminam no dia 20 de novembro”, ressalta.

Programação:

Dia 5 de Fevereiro
Local – Estação Ferroviária
Horário – 18h
 18h - Grande Roda de Capoeira – Associação de Capoeira Quilombo dos Palmares – ACQP;
 18h20 – Grupo de Reggae Alto do Cruzeiro;
 18h40 – Grupo de Dança Afro do Alto do Cruzeiro;
 19h – Grupo de Samba de Coco do Muquém;
 19h20 – Grupo de Coco de Roda Alto do Cruzeiro;
 19h40 – Grupo de Dança Afro do Muquém – Referendada a Oxumaré;
 20h – Grupo de Raggamuffin do Muquém ;
 20h20 – Banda Afro Nação Dandara;
 20h50 – Grupo de Coco de Roda do Muquém;
 21h10 – Banda Love Jah;
 21h40 – Banda Raízes de Zumbi;
 22h10 – Cerimônia de Abertura;
 23h20 – Saída para o Sítio Recanto;
 23h50 – Chegada ao Sítio Recanto .

Programação:

Dia 6 de Fevereiro
Local – Serra da Barriga
Horário – 00h
 00h – Ato Religioso com participação do Pároco de União dos Palmares;
 00h40 – Início da Vigília.
 1h – 1ª Parada, 1º Estacionamento – ACQP e demais capoeiristas;
 2h – 2ª Parada, Heliponto – Juventudes;
 3h – 3ª Parada, Jaqueira – Quilombolas;
 4h – 4ª Parada, Entrada do Parque Memorial Quilombo dos Palmares – Religiosos de Matriz Africana;
 5h – Café da manhã;
 6h – Encerramento;
 7h – Retorno à cidade.

Postar um comentário

E agora, o que fazer?

Por Olívia de Cássia E agora, o que fazer? Essa pergunta me veio à baila, antes e depois da aposentadoria por invalidez e em alguns dias q...