quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

De Volta à Angola Janga lembra os 320 anos da destruição do Quilombo dos Palmares

Foto: arquivo 
Por João Paulo Farias 

Com o tema: 320 anos da Derrubada do Quilombo dos Palmares, 320 anos de Resistência, a secretaria de Cultura de União dos Palmares em parceria com a Fundação Cultural Palmares e Grupos Culturais do município realizarão nos dias 5 e 6 de fevereiro a terceira edição do projeto, que tem como o objetivo homenagear todos os quilombolas, que lutaram e fizeram o Quilombo dos Palmares.

A secretária de Cultura, Genisete Sarmento, que é a idealizadora do projeto, nascido quando ela era representante da Fundação Palmares no Estado, lembra que o dia 06 de fevereiro de 1694 foi o dia da última batalha do Quilombo, onde Palmares foi extinto.

Esse ano as homenagens terão a participação dos grupos culturais do município, que irão se apresentar a partir das 18h do dia 5, no pátio da estação ferroviária. A abertura oficial do evento será as 22h e logo após os participantes irão seguir de veículos até o sítio recanto, na Serra da Barriga, onde haverá uma cerimônia ecumênica. Ao término do ato religioso, seguem de carro até o primeiro estacionamento da Chesf, desse ponto até o Parque Memorial, o percurso será feito a pé, com diversas paradas para reflexão.

“É bom que se frise, que esse não é um momento de festa, e sim de reflexão; é um momento que a gente quer trazer os remanescentes quilombolas que existem em Alagoas, porque são descendentes dos que sobreviveram a aquela chacina, por isso o nome De Volta à Angola Janga, De Volta ao Quilombo dos Palmares, para se energizar e carregar as turbinas e continuar a luta. A população afrodescendente do Brasil ainda sofre com os efeitos da longa escravidão”, destacou a secretária.

Ela lembra que o dia 6 de fevereiro é uma data muito importante, “Pra mim é quando se começa oficialmente as celebrações do mês da Consciência Negra, que terminam no dia 20 de novembro”, ressalta.

Programação:

Dia 5 de Fevereiro
Local – Estação Ferroviária
Horário – 18h
 18h - Grande Roda de Capoeira – Associação de Capoeira Quilombo dos Palmares – ACQP;
 18h20 – Grupo de Reggae Alto do Cruzeiro;
 18h40 – Grupo de Dança Afro do Alto do Cruzeiro;
 19h – Grupo de Samba de Coco do Muquém;
 19h20 – Grupo de Coco de Roda Alto do Cruzeiro;
 19h40 – Grupo de Dança Afro do Muquém – Referendada a Oxumaré;
 20h – Grupo de Raggamuffin do Muquém ;
 20h20 – Banda Afro Nação Dandara;
 20h50 – Grupo de Coco de Roda do Muquém;
 21h10 – Banda Love Jah;
 21h40 – Banda Raízes de Zumbi;
 22h10 – Cerimônia de Abertura;
 23h20 – Saída para o Sítio Recanto;
 23h50 – Chegada ao Sítio Recanto .

Programação:

Dia 6 de Fevereiro
Local – Serra da Barriga
Horário – 00h
 00h – Ato Religioso com participação do Pároco de União dos Palmares;
 00h40 – Início da Vigília.
 1h – 1ª Parada, 1º Estacionamento – ACQP e demais capoeiristas;
 2h – 2ª Parada, Heliponto – Juventudes;
 3h – 3ª Parada, Jaqueira – Quilombolas;
 4h – 4ª Parada, Entrada do Parque Memorial Quilombo dos Palmares – Religiosos de Matriz Africana;
 5h – Café da manhã;
 6h – Encerramento;
 7h – Retorno à cidade.

Postar um comentário

Em livro, jornalista mostra como descobriu mais de 80 casos de doença rara na família

By Odilon Rios (Site Repórter Nordeste São grandes os desafios das pessoas que convivem com os efeitos da doença de Machado-Joseph, que é...