sexta-feira, 24 de julho de 2015

Feira de Livros em Maceió reúne 800 editoras e 30 mil títulos


No evento, é possível encontrar obras com preços a partir de R$ 2, para crianças; valores vão até R$ 35, para adultos


Olívia de Cássia - Repórter - Tribuna Independente


Evento focado em apreciadores da leitura acontece em shopping da capital e segue até o próximo mês

Evento focado em apreciadores da leitura acontece em shopping da capital e segue até o próximo mês

Uma feira que está acontecendo no primeiro andar do Maceió Shopping, vizinho ao cinema, está oferecendo 30 mil títulos de cerca de 800 editoras, com temas diferentes, para um público diversificado. O evento está agradando o público alagoano apreciador da boa leitura e acontece até o próximo mês de agosto.
Segundo os organizadores da Feira de Livros, apesar da crise econômica que passa o país e por mais que se diga que as pessoas hoje em dia leem pouco, o setor de livros comemora as vendas. O Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), divulgou um estudo do  Instituto de Pesquisa Nielsen, a venda de livros no Brasil encerrou o primeiro semestre de 2015 com um aumento de 6,9% no faturamento, em comparação com o mesmo período de 2014.
O preço do livro ficou 1,6% mais barato no primeiro semestre deste ano, com uma média de R$ 37,97 a unidade, contra R$ 38,58 em 2014. Os números constam do Painel Especial das Vendas de Livros do Brasil.
Vindo de São Paulo, Alex Sandro Salomão é o coordenador do evento que está acontecendo em Maceió e confirmou que a feira tem umas 800 editoras diferentes. “Temos livro de Literatura Fantástica; romance; clássicos nacionais e internacionais; literatura variada para todo tipo de leitor. Nós não trabalhamos nem com didáticos nem com paradidáticos”, explica.
Com preços equilibrados, na Feira do Livro a reportagem encontrou exemplares comercializados a partir de R$ 2, para crianças; até R$ 35 para adultos. No local, é fácil encontrar livros de R$ 5 e R$ 10, como Os Únicos, de Asron Starmer, da Rai Editora.
Além desses, também é possível achar ainda O Diário de Anne Frank, edição definitiva por Otto H. Frank e Mirjam Pressler; A Culpa é das Estrelas, de John Green; livros de literatura fantástica, que caiu no gosto da juventude; títulos infantis como o Diário de um Banana; Caindo na estrada; gibis condensados da turma de Walt Disney, que podem ser encontrados com facilidade, logo no hall de entrada da feira.
“Livros de desenhos para pintar estão entre os mais procurados”
Segundo Alex Sandro, 90% dos livros são comercializados a R$ 10, tem muito romance policial e a grande pedida do momento são livros de desenhos para pintar. Ele pontua que a Feira de Livros também oferece  clássicos nacionais como: Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, além de A moreninha, Senhora, O Guarani, de José de Alencar e O  Primo Basílio, de Eça de Queirós”, entre tantos outros.
A jovem Thaila Vieira estava procurando alguns exemplares de seu gosto e disse que está adorando a feira: “Para quem gosta e tem o hábito de ler, não encontra muitos lugares que oferecem livros assim: aqui tem livros para todos os gostos; diversificado e por um ótimo preço. Está sendo muito bom”, argumentou.
Paulo Henrique estava acompanhando Thaila Vieira e disse que a diversificação de títulos na Feira de Livros é o que encanta o leitor, além do preço: “Estou aqui com ela, olhando que em cada prateleira a gente vê uma novidade. Eu gosto muito de livro policial e de fantasia, é o que estou procurando”, destaca.
(Foto: Sandro Lima)
Acompanhada dos pais na feira, Biane Saiuri disse que ganhou na escola título de aluno que mais lê livros
Paulo Henrique disse também que gosta dos livros de Agatha Christie (uma das mais conhecidas escritoras no mundo por seus melhores romances policiais e histórias de suspense e mistério).
Além da escritora de suspense, Paulo Henrique conta que gosta de livros do personagem Sherlock Holmes, criado pelo médico e escritor Sir Arthur Conan Doyle; e de livros de Sidney Sheldon (escritor e roteirista norte-americano, que durante sua vida publicou dezoito romances: todos alcançaram a lista de mais vendidos do jornal The New York Times). 
A jovem Biane Saiuri Lima tem dez anos, estava acompanhada dos pais e olhando um livro de desenhos para pintar, que ela disse gostar muito. “Eu tenho uma estante bem grande, cheia de livros”, conta Biane sorrindo. A menina disse que ganhou o título na escola de aluno que mais lê livros e disse que pega os exemplares na biblioteca e depois devolve. 
Bruna Valéria está trabalhando no evento e disse que está aprendendo e sendo incentivada a ler na feira. “Estou aprendendo a tomar o gosto pela leitura: quando você trabalha aqui procura ler mais e indicar para os clientes os que mais saem. Estar em contato com as crianças, incentivando elas a lerem é legal”, destaca.



Postar um comentário