Lojas do Centro de Maceió já vendem artigos para o Carnaval

Artigos como brincos de pena, headbands 

e peças variadas são as apostas 

dos comerciantes 

ara esquentar as vendas. Foto: Sandro Lima

Olívia de Cássia - Repórter
Tribuna Independente

O comércio de Maceió já começa a apostar nas vendas para o Carnaval. Donos de lojas do comércio do Centro investiram no setor e as vendas de artigos carnavalescos começam a aquecer o mercado.
Muitos lojistas já estão expondo fantasias e artigos próprios dos festejos e apostam que na próxima semana e no começo de fevereiro as vendas já estejam bem movimentadas, já que o Carnaval este ano acontece no meio do mês (sábado de Zé Pereira é no dia 14).
Em uma loja de artigos para festas, a movimentação estava sendo considerada média, mas a vendedora Juciely Laurindo comentou que no período da manhã o movimento é mais acelerado.
Juciely disse que as peças mais procuradas na loja especializada são pulseiras, brincos de pena, colares e headbands, uma espécie de tiara que foi muito usada na Grécia na forma de coroa de flores que enfeitavam tanto cabeças de mulheres quanto de homens e tem tipos diversificados.
HEADBANDS
“As headbands vieram para ficar, tem para todos os gostos: é um acessório alegre e de estilo romântico capaz de mudar o visual sem muita elaboração”, ressalta a vendedora.
Além desses acessórios ela destaca que também estão sendo muito procurados as máscaras, perucas, entre outros artigos para o carnaval.
Máscaras de morte, caveira, terror, de colombina, de bruxa, piratas, pierrô e até da Pepa Pig, personagem infantil, também são encontradas.
Dona Cristina estava olhando os brincos para fantasiar as filhas no Carnaval, mas envergonhada, falou pouco à reportagem; ela disse que tinha gostado dos artigos bem coloridos que a loja estava oferecendo.
“São peças bonitas e diferentes e não sei como vou escolher, já que gostei de tudo, principalmente de brincos e pulseiras e está difícil escolher”.
A comerciante Gerusa Ventura, também proprietária de loja, espera aumentar em até 70% suas vendas, principalmente para foliões das prévias carnavalescas.
“Espero este ano ter bons lucros, em até 70% das vendas, apesar de muita gente estar cautelosa com as medidas do governo”, disse.
Segundo dona Gerusa, mesmo com essa precaução, quem quer brincar o Carnaval não se furta disso e vai aproveitar de qualquer jeito. “Por isso estou otimista e espero aquecer as vendas ainda mais a partir da próxima semana”, disse ela.
Capital não adere às máscaras que satirizam políticos brasileiros
Maceió não aderiu às máscaras satirizando os políticos brasileiros. As máscaras que estão sendo vendidas até agora no comércio do Centro de Maceió são as tradicionais.
Andréia Garcia é proprietária e gerente de outra loja de artigos para carnaval que foi visitada pela reportagem da Tribuna Independente.
 Ela disse que as máscaras mais procuradas são as venezianas e as mais simples.
“O movimento está melhorando e o que está sendo mais procurado na loja são máscaras venezianas e as mais simples, brincos, colares chapéus, perucas, entre outros produtos”, ressalta.
Além desses produtos que estão sendo procurados nas lojas especializadas de Maceió, há outras lojas no Centro que também têm plumas, chupetas, cornetas, espumas de spray, confetes, serpentinas e demais artigos que se costuma usar para brincar no carnaval.
Na loja de Andréia Garcia a senhora Mariuche estava escolhendo diversas máscaras e artigos para carnaval e comentou que vale a pena comprar roupas e acessórios para a festividade. Segundo ela, os preços estavam acessíveis e cabiam no bolso de qualquer consumidor, tanto de classe baixa quanto de classe alta.
Atualmente, as máscaras são feitas com os mais diversos materiais (Foto: Sandro Lima)
“Vim escolher, máscaras, fantasias; aqui tem tudo e o preço é muito bom, foi o melhor que encontrei na praça de Maceió: além disso aqui tem bom atendimento”, pontua dona Mariuche.
Em uma butique da Rua Senador Mendonça, a gerente Fernanda disse que as vendas para o Carnaval já começaram e espera que os clientes procurem mais: “Já começaram, pena que ainda está parado; já tem gente procurando, mas não é ainda do jeito que a gente quer, não chegou lá”, observa.
Segundo a gerente, a peça mais procurada na loja são os biquínis: “Os biquínis são os produtos mais procurados, já que muita gente está de férias, muitos turistas em Maceió, que vão para a praia nessa época e principalmente no Carnaval”, ressalta.
Gerente de loja do Centro, Fernanda disse que os biquínis estão entre os produtos mais procurados nesse período (Foto: Sandro Lima)
A gerente avalia que, da mesma forma que janeiro é o mês das promoções, a loja já colocou vários artigos a preços menores “e a gente espera agora os clientes para comprar”, destaca Fernanda.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Que vença o melhor

De repente você percebe

Até quando não sei