quarta-feira, 11 de maio de 2016

Sem palavras



Por Olívia de Cássia

Eu não tenho palavras para expressar sobre o que estou sentindo hoje, num momento em que o país passa pela política mais rasteira, mais sórdida e retrógrada da sua história.   

Só digo uma coisa: a história não perdoará os traidores, nem aqueles que ficaram do lado do que tem de pior na escala sórdida da política brasileira. 

Pelo menos desse pecado eu não serei acusada. Meus sobrinhos, sobrinhos-netos e afins poderão dizer que eu sempre estive do lado do oprimido, do mais fraco e não vai ser agora que mudarei de lado. 

Mesmo com tudo isso o que está acontecendo, essa conjuntura louca, atrasada, diminuta, continuarei a lutar por um mundo melhor para aqueles que mais precisam; pelo direito das mulheres, dos negros e todos aqueles que se sentem discriminados na sociedade. 

Minha mensagem hoje é de profunda decepção, mas quem sabe o momento sirva para que saiamos disso tudo mais forte. Boa noite.

Postar um comentário

Ainda tenho esperança

Por Olívia de Cássia Cerqueira O dia amanheceu com mais uma promessa de vida. É sexta-feira, dia de alegria, como todos devem ser: de agr...