terça-feira, 2 de julho de 2019

Solidariedade aos jornalistas em greve.


Por Olívia de Cássia Cerqueira



Nunca pensei em toda a minha vida que iria agradecer todos os dias pela miha aposentadoria, por invalidez. Quando fui homenageada ano passado, com a Medalha Denis Agra, de maior reconhecimento para jornalistas, fiquei honrada e ao mesmo tempo lamentando por receber a honraria, justamente num momento de crise por que passa o jornalismo alagoano, em que o principal jornal de circulação demitiu um monte de jornalista e fechou, passando a ser impresso semanalmente.

Agora, por conta do dissídio coletivo da categoria, cuja data-base é o mês de maio, os donos das principais empresas de jornalismo propoem a redução de 40% nos salários da categoria, proposta rechaçada até pelo MP.

É uma indecência isso. Hoje eles tentam desmentir com nota fake nas TVS dizendo que não estão propondo a redução de salário. Isso quer dizer que estão desmentindo o próprio MP, com o intuito de comover a sociedade alagoana.

Fazer jornalismo foi um sonho que durou pouco para mim, barrada pela limitação da ataxia-Doença de Machado Joseph, num momento em que eu estava produzindo ainda, fazendo matérias especiais que me davam prazer e alegria. Mas a gente precisa se acomodar à nova realidade.

Estou solidária com todos os companheiros que estão nessa luta e quero dizer que nunca desistam de lutar. Avante e na resistência até a vitória.

Nenhum comentário:

Solidariedade aos jornalistas em greve.

Por Olívia de Cássia Cerqueira Nunca pensei em toda a minha vida que iria agradecer todos os dias pela miha aposentadoria, por invalide...